Super 8 – Crítica


Quando li esta sinopse, achei que tinha um potencial soberbo! Um grupo de miúdos que anda com uma super 8 a fazer um filme amador e quando estão á espera de um comboio, aproveitando a sua passagem para uma cena (pois trata-se de um filme sem produção), testemunham uma catástrofe. Daqui desperta a curiosidade e pensamos que se vai desencadear uma aventura envolvente com ficção científica á mistura.

Mas foi só até aqui que ficamos. Meu deus! Que acidente foi este que aconteceu com o comboio? Ok, é a grande produção que justifica o entretenimento com explosões de 2 em 2 minutos. A partir daqui só vemos dinheiro esbanjado nesta alta produção e o preço do nosso bilhete desperdiçado. Tanta intriga e nenhuma desenvolvida. Não vale a pena mensagens subliminares se não estamos envolvidos o suficiente  na narrativa para as retermos. Não ganham significado.

E então aquele final, a querer ser sentimental, é de uma intriga que nem a conhecemos ao longo do filme, não a vimos crescer! Porque não existiu evolução! Sabemos que a mãe partiu mas estavam á espera de uma lágrima, quando vemos o miúdo reter o fio que lhe pertencia? Ao menos que víssemos a transformação paternal nesta cena, já que acompanhamos a relação entre o pai e o filho… Mas nem isso! Não estúdios de Hollywood! Isto resume o seu estado. Grande produção, fraquíssimo argumento. Vale 3 pela intenção, mas para mim entretenimento tem outro significado.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: