Into the Wild – Crítica

Este é um filme que vai mexer com a nossa integridade. Trata da existência humana na Terra, sempre com a natureza em primeiro plano. É capaz de influenciar e bem, muitas personalidades. Isso foi o ponto alto de Sean Penn como realizador desta obra.

Acompanhamos o herói numa viagem não só interior, mas também no verdadeiro sentido da palavra. Aqui o filme ganha pela excelente fotografia, com uma réperage ainda melhor, do que é o intimo do filme – a mãe natureza.

Tem a capacidade de fazer o espectador repensar os seus valores. Seja pelas célebres frases, seja pela constante resistência a que assistimos, através das viagens de Christopher McCandless (Emile Hirsch) – o herói.

Liberdade, o selvagem, o mais puro longe de todo o capitalismo, são os focos chave de Into the Wild. Temos o inicio de tudo, vemos o desenrolar da intriga, com uma enorme transformação física e psicológica do personagem e temos o desfecho. Isso é muito bom. E ficamos tão familiarizados com este personagem, que nos situamos lado a lado com o seu duelo interior.

O elenco secundário é outro elemento fabuloso, onde cada personagem interpreta e bem, marcos na vida do nosso herói. Muito convincente, precisávamos de ter um diversificado espaço cultural e é aqui que o encontramos (representado por diferentes gerações). Assim o filme não cai no erro de nos bombardear  constantemente com os moralismos do protagonista, enquanto que ao mesmo tempo nos mostra mundos diferentes, necessários à absorção da obra.

Queria ainda realçar a escolha de cada música, para cada cena. Não só encaixam na perfeição, como nos aumentam a carga dramática.

O Into the Wild merece o 8 com um inestimável valor. 

Anúncios

4 thoughts on “Into the Wild – Crítica

  1. Filipe diz:

    Um dos melhores filmes que já existi

  2. Noeme diz:

    Nossa, eu respeito sua opinião, mas 8 é pouco demais. Into the wild é aquele filme que te emociona das melhores maneiras possíveis. Trilha sonora, fotografia, citações, introspecção, tudo cooperando para a perfeição da obra. Um dos meus favoritos! Serei grata a Sean Penn eternamente.

  3. Antonielle diz:

    Tbm acho a nota 8,0 muito baixa. Sean Penn conseguiu retratar no filme, com perfeição, a jornada do herói de Joseph Campbell. E isso é magnifico, poucas obras conseguiram retratar tão bem tal jornada. Além da densidade psicológica apresentada pelo personagem central, do qual poderemos verificar nitidamente o êxito do processo de individuação, esquematizado por Jung. Enfim, para mim é um filme muito rico e engradecedor. Pretendo ver mais vezes, pq as cenas ficaram marcadas em meu ser e constantemente vêm a tona, assim como a trilha sonora que eclode constantemente em minha mente.

  4. FBL diz:

    Eu divirjo um pouco dos colegas acima. Do meu ponto de vista, é um filme que se arrasta em boa parte da trama e em nenhum momento deixa de evidenciar seu lado “auto-ajuda”. Apesar de fã do Sean Penn, senti-me frustrado por perceber que faltou ousadia ao diretor. Em nenhum momento frustrações, medos ou oscilações de pensamento/humor do personagem principal são explorados em profundidade. É tudo muito “flat”, cartesiano, no meu modo de ver.
    Justamente por isso, tenho que admitir que é tudo redondo no filme, exceto pelo prolongamento excessivo(na minha visão) da jornada do jovem em sua busca pelo isolamento no Alasca. Talvez tenha sido exatamente esse o pecado de Penn, lhe faltou a ousadia e genialidade dos grandes. Eu daria 7,5, mas concordo com o 8 da avaliação crítica que lemos aqui, pelo lado “politicamente correto” da obra.

    *Ainda na linha de filmes sobre personagens em jornada existencial e com bela fotografia, prefiro “The secret life of Walter Mitty”, que também cumpre o papel do politicamente correto e empolga mais (e ainda ao som de David Bowe). 😉

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: