Being John Malkovich – Crítica

Vou começar pelo que o filme ganha. O final! Sim, boa ideia para este argumento mas não consegue passar disso mesmo. Era uma ideia a ser tão bem explorada, é uma ideia que tem sentimentalismo a ser explorado em várias vertentes. Ok, não era para ser um filme enorme e maçudo mas nem laços matrimoniais, nem o lado mais profundo do velho que quer a eternidade. Perde por isso. E perde muito. Não me convence que aquele homem que tem uma típica atracão por uma colega de trabalho possa vir a ser um obcecado ao ponto de ser outra pessoa por ela. Não existe essa evolução do personagem. Não há intensidade! Muito menos a Cameron Diaz ter um jogo de cintura para modelar a sua personagem suficientemente convincente para querer mudar de sexo. Para além do portal, há um todo infantil enredo ao longo do filme, que não era merecido para um argumento com tanto potencial.
É por isso que Being John Malkovich tem 6,1/10

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: